Teotônio e Lessa disputam 2º turno; Collor fica fora

O governador Teotônio Vilela Filho (PSDB) liderou a votação para o governo de Alagoas, e disputará o segundo turno com o ex-governador Ronaldo Lessa (PDT). Em terceiro lugar, o ex-presidente Fernando Collor de Mello ficou fora da disputa.

Ricardo Rodrigues, O Estado de S.Paulo

04 Outubro 2010 | 00h00

Os dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontaram Teotônio Vilela em primeiro, com cerca de 39% dos votos válidos; Ronaldo Lessa em segundo, com mais de 29%; seguido de Fernando Collor, com menos de 29%.

Os demais candidatos juntos tiveram pouco mais de 2% dos votos válidos: Mário Agra (PSOL) teve cerca de 1%, enquanto Tony Cloves (PCB) e Jeferson Piones ficaram próximos de 0,5% cada um.

Cerca de 22% dos eleitores alagoanos não compareceram às urnas. Os votos brancos somaram quase 5% e os nulos ficaram próximos de 10%.

O deputado federal Benedito de Lira (PP) liderou a disputa pelo Senado com quase 36%, e o senador Renan Calheiros (PMDB) ficou com segunda colocação, com aproximadamente 33%.

Na terceira colocação, Heloísa Helena (PSOL), ex-senadora e vereadora por Maceió, alcançou 16%, ficando sem a vaga no Senado.

O deputado federal mais votado foi Renan Filho (PMDB), com mais de 140 mil votos válidos, seguido de Celia Rocha (PTB), com 124 mil votos, e de Rui Palmeira (PSDB), com 118 mil votos.

Para a Câmara Estadual, o candidato com mais votos válidos foi Joãozinho Pereira (PSDB). Em segundo lugar, ficou Isnaldo Bulhões (PDT) e, em terceiro, Antonio Albuquerque (PT do B).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.