Tiroteio em favelas de Costa Barros deixa 4 mil sem aulas

Polícia Civil apreendeu uma metralhadora antiáerea na zona oeste do Rio; não há informações de feridos

Fabiana Marchezi, Central de Notícias

05 Novembro 2009 | 12h32

A Polícia Civil apreendeu uma metralhadora antiaérea e munições na manhã desta quinta-feira, 5, durante uma operação de combate ao tráfico de drogas nas favelas da Pedreira e da Lagartixa, em Costa Barros, zona norte do Rio.

 

Veja também:

linkProfessores do Rio terão treino para lidar com tiroteios

linkOperação da PM prende seis e fere um na zona oeste do Rio

 

Um tiroteio entre os policiais e supostos traficantes assustou os moradores e deixou sem aula os 4.037 estudantes de cinco escolas e quatro creches da região, segundo a Secretaria Municipal da Educação. O colégio Escragnolle Doria ficou aberto, mas nenhum aluno compareceu à aula. Não há informações de feridos.

 

A operação foi realizada por cerca de 80 policiais da Delegacia de Combate as Drogas (Dcod).

Mais conteúdo sobre:
violencia Rio trafico policia alunos aulas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.