Tiroteio próximo à PUC de Curitiba deixa seis feridos

Episódio teria sido motivado por uma briga entre gangues; no prédio acontecia a primeira fase do vestibular

Tatiana Freitas, da Agência Estado,

29 Novembro 2009 | 19h19

Seis pessoas ficaram feridas em um tiroteio ocorrido na tarde deste domingo, 29, nas proximidades do campus da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), no bairro Prado Velho, em Curitiba (PR). De acordo com informações da Polícia Militar da capital paranaense, dois homens tiveram ferimentos graves. Três crianças e um terceiro adulto também foram baleados, mas sem gravidade.

Ainda segundo informações preliminares da PM, o tiroteio teria sido motivado por uma briga entre gangues do bairro. A troca de tiros teve início às 14 horas, cerca de 30 minutos após o fechamento dos portões do prédio da PUC-PR, onde foi realizada hoje a primeira fase do vestibular da Universidade Federal do Paraná.

Os disparos ocorreram na esquina das ruas Sérgio Dudeck e Guabirotuba, a dois quarteirões do portão 3 do prédio da PUC-PR. Mas, conforme a PM, o episódio não prejudicou a realização da prova.

Antonio Hertel, 33 anos, foi baleado no tórax e está internado no Hospital Cajuru, assim como as três crianças feridas e o outro adulto, cujo nome não foi divulgado. Marcelo de Oliveira, 20 anos, foi atingido na cabeça e levado ao Hospital Evangélico.

Mais conteúdo sobre:
Tiroteio PUC-PR

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.