1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Trapezista brasileira que sofreu acidente nos EUA passará por cirurgia

Thaise Constancio - O Estado de S. Paulo

05 Maio 2014 | 14h 52

Stefany Neves, de 19 anos, está entre as oito artistas que caíram de estrutura durante apresentação de circo

RIO - A trapezista Stefany Neves, de 19 anos, passará por uma cirurgia no fêmur no Hospital de Rhode Island, nesta segunda-feira, 5, após ter caído de uma altura entre 7 e 12 metros durante apresentação no circo americano Ringling Brothers and Barnum & Bailey. De acordo com a irmã dela, Renata Neves Bezerra, Stefany contatou a família nesta segunda e aparentava calma.

"Ela passou a noite sedada. Não lembra de tudo (sobre o acidente), mas está consciente. A voz dela estava calma e tranquila, talvez pelo efeito dos medicamentos", contou Renata. A trapezista caiu de pé e fraturou os calcanhares e o fêmur e teve o fígado perfurado por uma costela. No domingo, ela foi submetida a uma cirurgia no fígado para estancar uma hemorragia.

A mãe delas, Eliane Neves, e o irmão Rodrigo Neves viajam nesta segunda para a cidade de Provence, capital do estado de Rhode Island, nos Estados Unidos para acompanhar as cirurgias.

Acidente. Durante a performance na qual oito artistas ficavam penduradas pelo cabelo formando uma espécie de candelabro, a estrutura que as suspendia caiu. Elas caíram de uma altura que variou de 7 a 12 metros e atingiram um dançarino que estava embaixo da estrutura. Além de Stefany, as brasileiras Dayana Florentino e Widny Neves também ficaram feridas com a queda, há artistas feridos dos Estados Unidos, Ucrânia e Bulgária.

A trapezista Dayana Florentino, de 25 anos, operou a coluna na madrugada desse domingo, 4, e já movimenta os dedos dos pés. Ela também teve fratura exposta na mão, mas ainda não foi operada.