Trem turístico para e 480 passageiros ficam presos a 4 mil metros de altura

Falha em locomotivas deixou o trem turístico parado durante seis horas

EFE,

22 Setembro 2012 | 18h34

Aproximadamente 480 turistas ficaram presos a 4 mil metros de altura no "Trem das Nuvens", na cordilheira dos Andes, noroeste da Argentina. Segundo a imprensa local, houve um defeito técnico no trem turístico e os passageiros tiveram de ser transportados em um ônibus. O incidente ocorreu na sexta-feira.

 

Os passageiros do trem, um dos mais populares da Argentina, ficaram presos nos vagões por cerca de seis horas devido à um defeito nas duas locomotivas que o movem. 

 

 

A concessionária do serviço decidiu enviar um ônibus ao local para resgatar os passageiros e levá-los de volta para a cidade de Salta. Ao chegar na sede da empresa, eles pediram o reembolso dos bilhetes.

 

"Estamos com raiva. O serviço não pode estar a cargo na falta de previsão da empresa. Fomos informados de que as locomotivas não têm a manutenção que deveriam para poderem viajar", disse uma das passageiras ao jornal El Tributo, de Salta. 

 

O "Trem das Nuvens" geralmente faz a viagem de pouco mais de 400 quilômetros, entre ida e volta, atravessando pontes e túneis em uma área de altas montanhas, com belas paisagens.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.