1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Turista japonesa é agredida e sofre tentativa de estupro em Fortaleza

- Atualizado: 31 Janeiro 2016 | 14h 49

Rika Yamane relatou à polícia que foi atacada com uma paulada na cabeça e que levou vários socos; suspeito foi preso com um facão quando tentava assaltar um ônibus

FORTALEZA  - A japonesa Rika Yamane, de 39 anos, residente em Curitiba, foi assaltada, agredida e por pouco não foi estuprada, sexta-feira à noite, na Praia do Futuro, tradicional ponto turístico de Fortaleza.

O suspeito pela agressão foi preso ontem à noite, quando tentava cometer outro crime, ainda na Praia do Futuro. Os policiais contam que ele estava com um facão tentando assaltar um ônibus, quando foi detido e levado para o Segundo Distrito Policial, onde permanece preso.

Rika teve teve ferimentos no rosto e nos braços. Ela disse que foi atacada com uma paulada na cabeça e que levou vários socos na cara. "Ele tentou me estuprar. Me agarrou. Dei várias cotoveladas para que não me tocasse", relatou. Em Fortaleza desde quarta-feira, onde participava de um evento, Rika fazia turismo na Praia do Futuro.

De acordo com a polícia cearense, o suspeito disse em depoimento que praticava roubos para pagar dívidas com traficantes de drogas. Os pertences levados da turista japonesa foram recuperados e devolvidos.

 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em BrasilX