André Dusek/ Estadão
André Dusek/ Estadão

Um dia após desabamento, governador do DF demite diretor do DER

Henrique Luduvice será substituído por Márcio Buzar; Rollemberg anunciou que destinará R$ 50 mi para obras viárias em Brasília

Thiago Faria, O Estado de S.Paulo

07 Fevereiro 2018 | 22h11

BRASÍLIA - Um dia após o desabamento de parte de um viaduto na região central de Brasília, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) anunciou a demissão do diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) do Distrito Federal, Henrique Luduvice. O órgão é responsável por assegurar a qualidade da infraestrutura rodoviária da cidade.

+++ Parte de viaduto cai na região central de Brasília

Luduvice será substituído pelo engenheiro Márcio Buzar, que era diretor de Edificações da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap).

+++ Área do viaduto que caiu em Brasília será interditada até dia 19

Ao divulgar a troca em seu site, o governo do DF não explica o motivo da demissão de Luduvice. Em declaração à TV Globo após o incidente com o viaduto, o agora ex-diretor cobrou mais recursos para manutenção de vias.

+++ Viga de ferro cai sobre carreta em Guarulhos

Rollemberg também anunciou nesta quarta-feira, 7, que destinará R$ 50 milhões da reserva de contingência para obras necessárias em viadutos e pontes de Brasília, com prioridade para as intervenções no trecho onde parte do viaduto caiu na manhã de terça-feira, 6.

O desabamento atingiu duas das seis pistas do chamado Eixão Sul, principal via que corta os 14 quilômetros de extensão do Plano Piloto. O local do acidente está a poucos metros do prédio do Banco Central e a cerca de três quilômetros de distância da Praça dos Três Poderes, onde ficam a sede do Executivo, do Judiciário e do Legislativo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.