Usuário de crack é morto pela PM em BH após atacar soldado

Homem de 29 anos esfaqueou policial que foi à sua casa a pedido da família; militar foi afastado do cargo

Ivana Moreira, O Estado de S. Paulo

26 Novembro 2009 | 14h29

Um usuário de drogas de 29 anos foi morto na madrugada desta quinta-feira, 26, dentro de sua casa, no bairro Esplanada, região Leste de Belo Horizonte, após esfaquear um policial militar que foi até o local a pedido da família. De acordo com a PM, Bruno do Nascimento Magalhães fazia uso de cocaína e crack com outras duas pessoas num quarto da residência, quando um parente decidiu acionar os militares.

 

Dois policiais compareceram e quando faziam a abordagem foram atacados por Bruno, que portava uma faca. Na tentativa de deter o agressor, um dos policiais disparou pelo menos dois tiros de balas de borracha, mas não foi suficiente. Um dos soldados levou duas facadas e teria reagido efetuando diversos disparos contra Bruno, que morreu a caminho do hospital.

 

O militar ferido foi encaminhado para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII e não corre risco de morte. De acordo com informações preliminares, ele será afastado das atividades até que o caso seja apurado.

Mais conteúdo sobre:
crack BH

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.