Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal

Valdemar e sua incrível fábrica de palhaços

Depois de emplacar Tiririca na Câmara em 2010, deputado quer ver Bubu vereador em Mogi

Fernando Gallo, O Estado de S.Paulo

17 Julho 2011 | 00h00

Depois de ter alçado Tiririca à condição de deputado mais votado na eleição de 2010, o deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP) vai lançar outro palhaço como candidato em 2012.

Trata-se de Edvaldo Hermenegildo, conhecido em Mogi das Cruzes, reduto político de Valdemar, como Palhaço Bubu - tônica na última sílaba. Bubu é figurinha carimbada na cidade por fazer suas palhaçadas para muitas lojas, como forma de atrair clientes, e também por atuar como mascote do time local de basquete. Ele se filiou ao PR de Mogi no dia 21 e vai tentar no ano que vem uma cadeira na Câmara Municipal.

"A imagem do Bubu em Mogi das Cruzes é muito forte", afirma Hermenegildo. "Eu sou uma pessoa muito conhecida na cidade."

O palhaço já se lançou candidato a vereador nas duas últimas eleições municipais. Foi bem votado, mas não conseguiu se eleger.

Bubu entrou no partido a convite do presidente do PR local, Marcos Damásio, um dos escudeiros de Valdemar Costa Neto.

Valdemar espera que Bubu seja o grande puxador de votos do PR mogiano em 2012, e para isso já avisou que vai contar com a ajuda de Tiririca, que vai gravar peças da publicidade eleitoral do colega de profissão.

"Eu vou conseguir certamente uma gravação do Tiririca fazendo alguma brincadeira. Tenho de falar com o pessoal do Café com Bobagem (grupo humorístico que fez a campanha de Tiririca). Eles que sabem fazer isso", afirmou o deputado há duas semanas à Rádio Metropolitana AM de Mogi das Cruzes em rara entrevista. "Vou ver se adianta, Bubu! O Tiririca está com uma popularidade bárbara." Foi a primeira vez que Valdemar se manifestou publicamente sobre os dois palhaços.

O futuro apoio de Tiririca a Bubu, no entanto, já causa ciumeira em um homem de confiança de Valdemar. Curiosamente, o ciúme vem de quem idealizou a candidatura do palhaço deputado. Benedito Faustino Taubaté Guimarães também é candidato a vereador e quer para si a primazia do apoio de Tiririca.

Na entrevista, Valdemar afirmou que o voto em Tiririca nas eleições de 2010 não foi um voto de protesto, mas de quem acha Tiririca "divertido" e "boa pessoa". "O cara que é contra o mundo, de mal com a vida, essa gente anula o voto. Quem vota no Tiririca é gente que gosta de diversão."

Valdemar disse ter se arrependido da coligação com o PT na chapa para deputado federal. Segundo ele, por causa do fenômeno Tiririca o PR poderia ter colocado mais nomes no Congresso, não fosse a aliança com outros partidos.

"Não deveríamos ter coligado para deputado com o PT. Com o negócio do Tiririca nós perdemos três deputados."

Valdemar ainda criticou a qualidade do Congresso. "Tá muito ruim a política. Você falar em deputado dói no ouvido das pessoas."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.