Vazamento de gás intoxica funcionários em refinaria da Petrobrás no Rio

Causa do problema na Refinaria de Duque e Caxias (Reduc) ainda não foi descoberta; sindicato não informou quantas pessoas foram levadas ao hospital

Felipe Werneck, O Estado de S. Paulo

05 Julho 2013 | 11h46

RIO - Uma unidade de tratamento de gás da Refinaria de Duque e Caxias (Reduc), da Petrobrás, sofreu vazamento na manhã desta sexta-feira, 5. O problema resultou no escapamento de sulfeto de hidrogênio (H2S), gás corrosivo e venenoso, que levou algumas pessoas a passarem mal no local, segundo informou o Sindicato dos Petroleiros de Duque de Caxias.

"O vazamento já foi sanado. O pessoal da operação resolveu a questão rapidamente, mas algumas pessoas precisaram ser levadas ao hospital. Houve alguns desmaios, porque esse gás causa isso, mas ninguém morreu", disse o diretor do sindicato, Sergio Abbade.

Segundo ele, o problema ocorreu entre as unidades 12-50 e 12-10. Ele explicou que a unidade 12-50 está parada para manutenção e o gás vazou em direção à unidade 12-10, mas a causa ainda não foi descoberta.

Mais conteúdo sobre:
Rio Petrobrás

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.