Verão começa sob forte El Niño e previsão de calor intenso e mais chuvas

Quase todas as regiões do País terão temperatura acima da média; chuvas serão mais intensas na região Sul, mas seca se estende no Nordeste

O Estado de S.Paulo

22 Dezembro 2015 | 12h36

O verão começou nesta terça-feira, 22, no hemisfério sul, sob efeito de um forte El Niño, e a previsão de muito calor. Todas as regiões do País, exceto a Sul, devem ter temperaturas acima da média para a estação, de acordo com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), ligado ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

A região Sul do País também deve ter acumulados de chuva acima da média. No Nordeste, porém, a seca deve se intensificar. A previsão é de precipitação abaixo da média.

Para o Estado de São Paulo, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) fez recortes mais detalhados. De acordo com o órgão, espera-se um regime de chuva variando entre normal a um pouco acima da média na maioria das regiões, especialmente no leste (entre a capital e litoral), extremo norte (região de Franca) e extremo sul-sudeste do estado (divisa com o Paraná). Já as áreas do centro e noroeste, diz o Inmet, terão volumes de chuvas mais irregulares, abaixo da média.

Por conta do El Niño, caracterizado pelo aquecimento das águas do Oceano Pacífico, também tem se observado que as águas do Atlântico estão ligeiramente mais quentes, o que favorece a intensificação dos temporais entre a capital e faixa litorânea, informa o Inmet. Assim as típicas tempestades de verão podem ser mais frequentes na capital de São Paulo.

Para esta terça-feira, a previsão é de pancadas de chuvas e trovoadas na parte da tarde. O restante do dia deve seguir nublado, com temperatura mínima de 20º e máxima de 31º.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.