Visita ao Rio prevê discurso para 10 mil

O presidente americano Barack Obama deve discursar para 10 mil pessoas, provavelmente a partir do Teatro Municipal, durante sua visita ao Rio de Janeiro. Além disso, ele cogita dormir duas noites no Rio, e não apenas uma, como inicialmente cogitado. Trata-se de um desejo de Obama transmitido ao governo fluminense por representantes americanos que preparam sua passagem pela cidade.

Wilson Tosta / RIO, O Estado de S.Paulo

12 Março 2011 | 00h00

Possivelmente, Obama deverá dormir na cidade no sábado, dia 19, quando desembarca com sua comitiva em Brasília, e no dia 20, quando terá intensa agenda no Rio, seguindo dia 21, às 9 horas, para o Chile. A lista de compromissos ainda está sendo fechada: ontem, funcionários americanos percorreram a cidade e também tinham reuniões programadas no Consulado dos EUA para discussão de detalhes.

Para os preparativos finais da passagem de Obama pela cidade, integrantes de equipes precursoras dos EUA estão no Rio desde quarta-feira. Apesar de não haver ainda uma agenda oficial fechada, assessores indicam que o presidente quer visitar o Cristo Redentor; ir a uma favela, possivelmente a Cidade de Deus; e discursar para 10 mil pessoas a partir do Teatro Municipal. Uma reunião com a subsecretaria de Relações Internacionais do Rio, semana que vem, ajudará a fechar a programação.

Estrutura. À procura de um hotel seguro e indevassável, que garanta a privacidade de Obama, assessores da Casa Branca fixaram-se no Sheraton, possivelmente o de São Conrado. A escolha do local facilitaria a realização de outro suposto desejo do presidente, tomar banho no mar carioca. Calcula-se que a comitiva americana terá mais de 700 pessoas. Serão usados 300 veículos e cinco helicópteros vindos dos Estados Unidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.