1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Vítima de bala perdida na Maré continua internada

Thaise Constâncio - O Estado de S. Paulo

16 Abril 2014 | 16h 32

Francisco Oliveira Lemos, que teve uma fratura exposta na tíbia esquerda, foi submetido a cirurgia

RIO - O comerciante Francisco Oliveira Lemos, de 47 anos, que levou um tiro na perna esquerda na Vila dos Pinheiros, no Complexo da Maré, na noite desta segunda-feira, 14, permanece internado no Hospital Pasteur, no Méier, zona norte do Rio. No mesmo dia, a dona de casa Terezinha Justina da Silva, de 73 anos, morreu após ter sido atingida no peito e no abdômen.

Lemos, que teve uma fratura exposta na tíbia, foi submetido a uma cirurgia na noite desta terça-feira, 15. Seu estado de saúde é estável - ele está lúcido, respira sem ajuda de aparelhos e não tem sequelas motoras. Ainda não há previsão de alta.

Investigação. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar de onde partiram os tiros que atingiram Lemos e Terezinha. O delegado Fábio Cardoso, da Delegacia de Homicídios, ouve testemunhas civis e militares (da PM e do Exército) para buscar maiores informações.

Segundo a Força de Pacificação, uma viatura foi alvejada por disparos de fuzis quando passava pela Vila dos Pinheiros, favela dominada pelo Terceiro Comando Puro (TCP), e os policiais não teriam revidado. "Diante da ameaça, a viatura se evadiu do local, buscando preservar a vida dos militares", informou a nota.

  • Tags: