1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Vítima de ex-médico condenado cria página no Facebook

O Estado de S. Paulo

20 Agosto 2014 | 00h 21

Roger Abdelmassih foi condenado a 278 anos de prisão por abusar de mulheres em SP; nesta terça, ele foi encontrado no Paraguai

SÃO PAULO - Uma das vítimas do ex-médico brasileiro Roger Abdelmassih, condenado a 278 anos por abusar de mulheres em São Paulo e detido nesta terça-feira, 19, criou uma página no Facebook para compartilhar informações e dividir depoimentos. 

Iniciado em junho deste ano, o espaço virtual alcançou 320 curtidas e é de responsabilidade de Nelma Luz, que afirmou ter sido cliente da clínica Abdelmassih.

"Eu quero que essa página reflita a vida de cada pessoa que teve sua vida destroçada por Roger Abdelmassih e sua equipe clínica", diz um dos textos de Nelma publicados na página. A notícia da prisão do ex-médico foi compartilhada nesta terça. 

Veja o depoimento de Nelma, em sua página pessoal do Facebook:

"Hoje eu queria contar um pouco da minha história, pois sei que muitos amigos aqui sequer tem idéia do que se passou comigo. Hoje meu filho faria cinco anos!!! Eu procurei a clínica do Roger Abdelmassih para fazer uma FIV apenas com o intuito de agregar um exame chamado PGD que detectava problemas no embrião e mesmo sendo a clínica mais cara do Brasil, eu e Adelino resolvemos nos dispor a esse gasto, pois devido a problemas particulares esperamos muito a engravidar e a minha idade começou a ficar preocupante para uma gravidez natural. Ressalto que não tínhamos nenhum problema de saúde ou infertilidade! 

Tudo realizado, e às vésperas da implantação dos embriões, o desgraçado do Roger me diz que não faria o teste, que minha saúde era incrível, que eu tinha idade cronológica totalmente diferente da biológica e além disso tecia inúmeros elogios a minha beleza (!), enfim fiquei furiosa e mesmo já tendo pago quis pagar novamente. Mas o Sr. Supermédico desapareceu, até engravidar eu não sabia se o teste tinha sido feito ou não. Eu engravidei na primeira tentativa! Nunca senti uma alegria tão grande! Passei os melhores dias da minha vida! Felicidade tão grande que eu não andava, flutuava! Quando meu filho mexeu pela primeira vez chorei muito de alegria. Cantava e conversava com ele o dia todo. Muito amado e querido foi o Guilherme. 

Fui vivendo aquele momento ímpar na minha vida, e até que a mídia começou a revelar quem era realmente aquele monstro e sua equipe de demônios! Mas nada disso tirava a paz que a maternidade me trouxe! Eu era a pessoa mais feliz do universo! Todos os exames de Guilherme eram perfeitos, eu e o pai saímos para comemorar a cada ultrassonografia! Até que no final do sexto mês o médico percebeu coisas estranhas! E começou toda a minha tristeza que persiste até hoje! Eu mesma fiz o diagnóstico do Gui! Antes de qualquer exame! Duro demais saber que suas chances eram pequenas! Meu filho foi um guerreiro! 

No primeiro dia de vida foi operado... Passou três meses entubado numa UTI Neonatal! Sofreu o que muitos adultos não suportariam. Eu pedia a Deus para passar todas as suas dores para mim! Minha vida virou um mar de lágrimas! Era muito sofrimento para um bebê tão pequeno! Experimentei o maior amor dessa vida: ser mãe! E a maior dor também: perder Guilherme! Essa dor nunca passa! Clamo por justiça! Clamo por alívio dessa dor que me transformou em outra pessoa! Clamo pelo apoio que não vejo muito por aqui!  Peço que compartilhem isso! Dia muito triste para mim! Queria estar fazendo uma festa hoje..."

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo