1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Vítima de incêndio a ônibus no Maranhão continua em estado grave

O Estado de S. Paulo

07 Janeiro 2014 | 14h 52

Homem de 37 anos é um dos quatro sobreviventes da ação de criminosos nas ruas de São Luís no final de semana

Um dos quatro sobreviventes do atentado a ônibus promovido por criminosos no último sábado, 3, em São Luís, no Maranhão, segue internado em estado grave, segundo a Secretaria Estadual da Saúde. 

O boletim médico divulgado nesta terça-feira, 7, informa que Márcio da Cruz Nunes, de 37 anos, tem quadro estável nas últimas 24 horas, mas ainda encontra-se em "estado grave", "sob ventilação médica", no Hospital Tarquínio Lopes Filho.

Na mesma unidade também estão internadas Juliane Carvalho Santos, de 22 anos, que está "lúcida e comunicativa", recebendo tratamento para queimadura, e Abyancy Silva Santos, de 35 anos, "estável", com 10% do corpo queimado.

Já no Hospital Estadual Infantil Juvêncio Matos está internada Lorane Beatriz Santos, de 1 ano e 5 meses, que também tem quadro estável e encontra-se em leito da enfermaria pediátrica, segundo informações do governo maranhense.

Na manhã desta terça-feira, o corpo de Ana Clara de Sousa, de 6 anos, foi enterrado sob clima de revolta no Cemitério Jardim da Paz, em São José de Ribamar (MA).

Todos estavam dentro dos ônibus que foram incendiados por bandidos no final de semana sob comando de detentos do Complexo Penitenciário Pedrinhas, em São Luís.