Volta a nevar no Sul do País

Frio intenso está sendo provocado pela chegada de uma massa polar; Porto Alegre registrou hoje a temperatura mais fria do ano

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

04 Agosto 2010 | 13h04

Neve em Urubici, na Serra Catarinese. Foto: Alvarélio Kurossu/Ag. RBS/AE

 

SÃO PAULO - A neve voltou a cair na madrugada de hoje em várias localidades da Serra gaúcha e em São Joaquim, na serra catarinense, segundo informações da Climatempo. As cidades gaúchas atingidas foram Cambará do Sul e Bom Jesus. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Cambará do Sul registrou -3,6º C e Bom Jesus, -3ºC. Em São Joaquim, no estado de Santa Catarina, a temperatura chegou aos 2,8ºC abaixo de zero.

A primeira queda de neve do ano no Rio Grande do Sul ocorreu no fim da noite de segunda-feira. O fenômeno ocorreu entre às 22h40 e à 0h30 em Cambará do Sul, no nordeste do Estado, e foi qualificado como de intensidade moderada pelo 8º Distrito de Meteorologia. Na cidade serrana também foi registrada a menor temperatura do dia, de 2,3 graus negativos.

Desde o início da semana, as temperaturas baixaram dia após dia em todo o Sul do Brasil. O frio intenso está sendo provocado por uma massa polar extremamente forte que entrou no centro-sul da América do Sul.

O frio rigoroso ao amanhecer, com temperaturas próximas de zero, foi o responsável pelas geadas moderadas a fortes que voltaram a cobrir os campos do centro-oeste e sul do Rio Grande do Sul.

Porto Alegre

A capital gaúcha registrou hoje a temperatura mais fria do ano. A temperatura mínima foi de 2,7ºC. A menor temperatura deste ano na capital gaúcha foi de 2,4ºC, no dia 15 de julho. Às 10 horas da manhã, a capital gaúcha tinha muitas nuvens, mas o sol ainda aparecia em algumas áreas da cidade.

A tarde de hoje poderá ser a mais fria do ano em Porto Alegre, com máxima de 11ºC. O menor valor de temperatura máxima registrado, por enquanto, foi de 11,2ºC, no dia 13 de julho.

Mais conteúdo sobre:
clima tempo neve serra gaúcha frio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.