''Voto casado'' para o Senado também favorece governistas

Nos bastidores, os governistas da Bahia já dão a eleição como decidida e apostam as fichas agora na corrida pelas duas vagas ao Senado. Os candidatos da situação, Walter Pinheiro (PT) e Lídice da Mata (PSB), conseguiram tirar uma diferença de mais de 10% nas pesquisas em favor do senador César Borges (PR), integrante da chapa de Geddel Vieira Lima. A estratégia usada foi a do "voto casado no time de Lula". Pelo Ibope, Pinheiro tem 26% da preferência do eleitor, seguido por Lídice, com 24%, e por Borges, que tem 22%.

, O Estado de S.Paulo

03 Outubro 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.