Marcelo Sayão/EFE
Marcelo Sayão/EFE

Aeroporto Santos Dumont começa a quarta aberto, após três manhãs sem visibilidade

Terminal do Rio de Janeiro atrasou início das operações de pousos e decolagens por três dias por causa de nevoeiro

Bibiana Borba, O Estado de S.Paulo

31 Maio 2017 | 06h29

SÃO PAULO - Com nevoeiro menos denso do que nos últimos dias no Rio de Janeiro, o Aeroporto Santos Dumont, na área central da cidade, abriu no horário normal na manhã desta quarta-feira, 31. O terminal de voos domésticos opera por instrumentos para pousos e decolagens, desde as 6 horas.

A terça-feira, 30, foi o terceiro dia seguido em que o aeroporto abriu com atraso, por causa do céu encoberto. Ao menos 26 voos foram cancelados e 18 sofreram atrasos. Desde domingo, 28, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) registrou cerca de 120 cancelamentos e dezenas de voos atrasados no Santos Dumont. Alguns foram transferidos para o Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, na zona norte do Rio.

O tempo fechado também prejudicou a operação das barcas que ligam a capital fluminense a Niterói, Paquetá e Ilha do Governador. Pontos turísticos, como o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar, ficaram escondidos pelo nevoeiro na terça-feira.

São Paulo. A capital paulista também é afetada pelo nevoeiro desde o fim de semana, com alguns atrasos e cancelamentos registrados no Aeroporto de Congonhas, na zona sul. O número de acidentes em estradas de acesso a São Paulo também ficou acima do normal nos horários de pico da manhã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.