Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Cariocas preferem bloco de funk ao Bola Preta no primeiro dia de Carnaval

Bloco que completou centenário em 2018 reuniu 340 mil foliões, segundo Prefeitura; organizadores do evento esperavam 1,5 milhão

Constança Rezende, O Estado de S.Paulo

10 Fevereiro 2018 | 21h11

Os foliões cariocas preferiram, neste sábado, 10, curtir o primeiro dia de  Carnaval ao som de funk do que com as tradicionais marchinhas. Segundo dados da prefeitura do Rio, o bloco Cordão da Bola Preta, que completou 100 anos neste ano, e costuma lotar o Centro do Rio, reuniu 340 mil foliões. O número frustrou os organizadores do evento, que esperavam 1,5 milhão de público.

Já o Bloco da Favorita, que desfilou pelo sexto ano na orla de Copacabana, na zona sul do Rio, reuniu 690 mil pessoas, segundo a contagem da prefeitura. O bloco, que toca funk, também desfilou pela primeira vez em São Paulo, no último dia 3.

Os dois blocos saíram praticamente no mesmo horário. O primeiro começou às 10h e, o segundo, às 9h. Além dos blocos de rua, nesta noite ainda desfilam sete escolas de samba, que fecham a série A do Carnaval na Sapucaí.

O desfile do Cordão do Bola Preta, começou por volta 10h e foi embalado por sambas e marchinhas, pela potência de cinco caminhões de som. Participaram do desfile a atriz Leandra Leal e a cantora Maria Rita, porta-estandarte e madrinha do cordão, respectivamente, além da porta-bandeira da escola de samba Beija-Flor, Selminha Sorriso, que é musa do bloco.

+++ Crivella abre folia, mas evita Rei Momo: 'o carnaval é apenas uma festa'

Já o Bloco da Favorita, fundado pela empresária Carol Sampaio, teve a participação de famosos como as atrizes Bruna Marquezine, Juliana Alves e Thaila Ayala. Bruna fez sucesso com um top ousado, que ressaltava os seios, e brincos com as iniciais B, de seu nome, e N, do jogador Neymar, seu namorado. O bloco teve como embalo a música "Que tiro foi esse?", de Jojo Toddyinho.

O grande número de foliões nas ruas também veio acompanhado de ocorrências policiais. Segundo a prefeitura, a operação especial da Guarda Municipal da Prefeitura do Rio (GM-Rio) contou, até às 18h, com registro de seis prisões, por porte ilegal de arma de fogo, furto de celular e por resistência, e com a apreensão de um adolescente com mandado de busca e apreensão em aberto, durante os desfiles do Multibloco e Cordão da Bola Preta, no Centro, o Escangalha!, no Jardim Botânico, e Empolga às 9, em Ipanema.

+++ Confira como foi o primeiro dia de desfiles do carnaval de São Paulo 2018

Já a fiscalização do trânsito resultou na aplicação de 259 multas para diversas irregularidades, sendo 56 flagrantes no entorno do Sambódromo.  A Secretaria Municipal de Ordem Pública removeu 87 veículos estacionados irregularmente nas áreas interditadas para a passagem de blocos e carros alegóricos das escolas de samba desde o início da Operação Carnaval.

Agentes da Secretaria Municipal de Fazenda realizaram ações de fiscalização na região do Centro, onde 1.369 itens foram apreendidos, entre eles 420 garrafas de vidro. Outros materiais apreendidos na operação foram bebidas alcoólicas e não alcoólicas, churrasqueiras e carrinhos, além de 100 kg de churrasco que foram descartados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.