Chuva leva Rio a entrar em estado de atenção

Chuva forte cai sobre cidades da região metropolitana, mas com mais intensidade na capital, onde afeta regiões como Leme, Botafogo e Copacabana. Cidade tem alagamentos em diversas regiões

O Estado de S.Paulo

22 Fevereiro 2018 | 00h21

A região metropolitana do Rio entrou em estado de atenção na noite desta quarta-feira, 21, em razão da forte chuva que cai sobre as cidades. De acordo com informações do Centro de Operações da Prefeitura (COR), nas primeiras horas da madrugada desta quinta-feira, 22, a chuva forte seguia sendo registrada com maior intensidade na zona oeste e zona sul, com rajadas de vento de moderada a forte, além de raios. Não havia registro de ocorrências com feridos.

Às 22h28, o COR informou ter acionado sirenes para que moradores em áreas vulneráveis no Leme, Botafogo, Copacabana e Itanhangá se dirigissem a pontos de apoio e seguissem orientações da Defesa Civil. Alagamentos estão sendo registrados em diferentes pontos da capital. Desde as 21h20, o centro já dava alertas sobre a incidência de fortes chuvas.

A cidade, segundo o centro de operações, segue em estado de atenção. Isso representa, segundo a descrição do órgão, que "um ou mais incidentes estão impactando no mínimo uma região da cidade, podendo causar reflexos relevantes no trânsito ou comprometer o deslocamento da população". "O acúmulo de água em vias importantes ou bolsões em ruas e avenidas podem, por exemplo, levar a cidade a entrar neste estágio operacional", detalhou.

A previsão é de mais chuva para os próximos dias com a aproximação de uma frente fria. O sistema de alerta detalhou que  que núcleos de chuva que atuaram na zona sul começam a se afastar em direção à Niterói no início da madrugada. "No entanto, novos núcleos de chuva moderada atuam em pontos entre a Baixada Fluminense e a Zona Norte do Rio", informou o COR. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.