MARCOS DE PAULA/ESTADÃO
MARCOS DE PAULA/ESTADÃO

Criminosos atacam PMs em favela da zona sul do Rio

Agentes destruíam um muro supostamente construído por traficantes para servir de apoio e escudo em eventuais tiroteios

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

14 Julho 2017 | 16h25

RIO - Criminosos atacaram a tiros policiais militares que destruíam um muro na favela do Pavão-Pavãozinho, entre Ipanema e Copacabana, na zona sul do Rio, na manhã desta sexta-feira, 14.

Segundo a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Pavão-Pavãozinho e Cantagalo, PMs da unidade foram à parte alta da favela, conhecida como Vietnã, para destruir um muro supostamente construído por traficantes para servir de apoio e escudo em eventuais tiroteios com a polícia.

Durante o trabalho de destruição, os policiais foram atacados e houve tiroteio. Nenhum PM se feriu. Em seguida, um homem foragido da Justiça foi localizado e detido no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea (zona sul). A polícia suspeita que ele tenha sido ferido durante o confronto entre PMs e criminosos.

 

Mais conteúdo sobre:
Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.