Defesa Civil começa a distribuir laudos dos imóveis afetadas pelos deslizamentos em Petrópolis

SÃO PAULO - A Defesa Civil Municipal de Petrópolis, uma das cidades da região serrana do Rio atingidas pelos deslizamentos de terra em janeiro deste ano, inicia, na próxima quarta-feira, 23, entrega dos 1.569 relatórios de ocorrência referentes aos pedidos de vistoria feitos por moradores das localidades atingidas pelas chuvas no Distrito de Itaipava. Os documentos estarão à disposição entre as 9 as 17 horas no Centro de Cidadania Jorge Lauretti. O solicitante deverá apresentar um documento de identidade ou procuração legal em nome do próprio para efetuar a retirada do laudo.

RICARDO VALOTA - Estadão.com.br,

19 Março 2011 | 04h20

A Defesa Civil teve que reavaliar mais de 1.100 imóveis para que os relatórios pudessem ser expedidos em definitivo. "Devido ao caráter emergencial da situação que encontramos tão logo acessamos as localidades após as chuvas, realizamos um serviço de prevenção e muitas casas foram interditadas com o intuito de manter a segurança das famílias que nelas moravam. Mas, com a normalização das áreas e a limpeza realizada pelas equipes da Prefeitura, voltamos a campo e realizamos esse processo de reavaliação de 1.122 edificações atingidas, afirmou o coordenador da Defesa Civil, coronel Carlos Francisco de Paula.

Segundo a Prefeitura, o cancelamento das festividades do carnaval neste ano em Petrópolis teve como objetivo principal reverter os recursos que seriam empregados na montagem de toda infraestrutura (cerca de R$ 1 milhão) para a compra de terrenos que serão utilizados na construção de edificações populares, que serão entregues as vítimas das chuvas e que hoje recebem R$ 500 do programa de aluguel social. Os deslizamentos de terra em Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis, Sumidouro, Bom Jardim, e São José do Vale do Rio Preto deixaram, oficialmente, mais de 900 mortes até o momento.

Mais conteúdo sobre:
Chuvas Rio Petrópolis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.