1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Dois adolescentes e um PM morrem em tiroteios no Complexo do Alemão

Tiago Rogero - O Estado de S. Paulo

23 Junho 2014 | 11h 06

PM alega que jovens estavam armados e morreram após atirar contra policiais; moradores contestam versão oficial

RIO DE JANEIRO - Dois adolescentes e um soldado da Polícia Militar morreram após troca de tiros neste domingo, 22, à noite no Complexo do Alemão, na zona norte do Rio. Os jovens seriam inocentes, segundo moradores; de acordo com a polícia, estariam armados e morreram após atirarem contra os militares. O PM morto foi o quinto somente este ano na região do Complexo do Alemão, ocupado desde 2010 pelas forças de segurança: primeiro pelo Exército e depois pela UPP.

Foram duas ocorrências diferentes na noite deste domingo. Na primeira, por volta de 19h30, militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Fazendinha faziam um patrulhamento pela comunidade quando, segundo a PM, encontraram homens armados que, ao avistarem os policiais, teriam atirado contra eles. O soldado Fabio Gomes da Silva, de 30 anos, foi baleado no rosto.

Ele chegou a ser encaminhado ao hospital estadual Getúlio Vargas, na Penha, em estado grave, mas não resistiu e morreu às 6h30 desta segunda-feira, segundo a Secretaria Estadual de Saúde.

Pouco depois de meia-noite, policiais da UPP Alemão faziam patrulhamento pela região do Areal quando teriam, segundo a PM, se deparado com bandidos que teriam atirado contra os agentes. Ainda de acordo com a corporação, “os PMs revidaram e dois suspeitos foram feridos e socorridos ao hospital estadual Getúlio Vargas.” Segundo o hospital, entretanto, os dois teriam chegado já sem vida à unidade. 

Segundo os moradores, os mortos são dois menores, Lucas Lima, de 15 anos, e Gabriel Ferreira, de 17. Lucas estaria numa lanchonete, no Areal, quando foi atingido. “O Lucas é inocente! Não estava envolvido”, disse um amigo da família que pediu para não ser identificado. 

Segundo o Comando das UPPs, os policiais apreenderam com os baleados um revólver calibre 45 com a numeração raspada, um carregador de pistola calibre 9 milímetros e um rádio transmissor.

  • Tags:

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo