Dois vigilantes são mortos em roubo de carga na Baixada Fluminense

Mais de dez criminosos armados com fuzis e pistolas atacaram os seguranças que faziam a escolta de uma carga de cigarros; um terceiro profissional ficou ferido

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

31 Maio 2017 | 19h57

RIO - Dois agentes de segurança foram mortos e outro ficou ferido, por volta das 9h30 desta quarta-feira, 31, enquanto faziam a escolta de uma carga de cigarros que era transportada pela Baixada Fluminense. Mais de dez criminosos armados com fuzis e pistolas atacaram os seguranças na altura da comunidade do Guandu, em Japeri, na Baixada Fluminense, no sentido Rio de Janeiro.

Jones de Souza da Silva, de 28 anos, morreu na hora. Benedito Charles da Silva, de 46 anos, chegou a ser socorrido, mas morreu enquanto recebia atendimento médico no Hospital Geral de Nova Iguaçu, também na Baixada Fluminense. Ambos foram feridos na cabeça e no tórax. O terceiro vigilante é Reginaldo dos Santos Aragão, de 31 anos, que foi atingido na cabeça, nas costas e na mão direita. Submetido a cirurgia no mesmo hospital, ele está em estado estável, segundo a unidade de saúde.

Os criminosos conseguiram fugir levando a carga de cigarros, que pertencia à empresa Souza Cruz. A Polícia Militar promoveu uma operação para tentar localizá-los, sem sucesso até as 19h30 desta quarta. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.