Em 3 horas, 2 morrem e 9 ficam feridos em tiroteios no Rio

Entre os feridos, está um bebê de 1 ano e seis meses e a mãe da criança, baleados em suposta tentativa de assalto em Mesquita

Tiago Rogero, O Estado de S. Paulo

16 Janeiro 2015 | 10h01

RIO - Em um intervalo de somente três horas, pelo menos dois homens morreram e outras nove pessoas ficaram feridas na noite desta quinta-feira, 15, e na madrugada desta sexta-feira, 16, em tiroteios diferentes nas cidades de Nova Iguaçu e Mesquita, na Baixada Fluminense. Entre os feridos, está um bebê de um ano e seis meses e a mãe da criança, baleados no que seria uma tentativa de assalto em Mesquita, na noite desta quinta-feira.

O crime foi por volta das 22h30 e deixou cinco vítimas feridas, encaminhadas para hospitais da região. Ainda não há informações sobre o estado de saúde delas. A Polícia Militar teria chegado somente após os disparos e o caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil de Mesquita, a 53ª DP.

Em Nova Iguaçu, no bairro de Comendador Soares, um homem foi morto a tiros próximo à Rodovia Presidente Dutra. O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios da Polícia Civil na Baixada Fluminense (DHBF). Segundo as primeiras informações, a vítima estava entre três homens que jogavam entulho em um terreno baldio; um grupo que passava pelo local teria efetuado os disparos, que mataram o homem.

A DHBF também investiga a morte de um homem no bairro Ouro Fino, em Nova Iguaçu, ferido com oito tiros e levado para o Hospital da Posse, mas que também não resistiu aos ferimentos. Ainda não há informações sobre o que teria provocado o crime.

Outros dois homens foram baleados numa tentativa de assalto a uma farmácia no bairro Jardim Palmares, em Nova Iguaçu, e, também na cidade da Baixada, mas no bairro Valverde, um homem também foi ferido por disparo após supostamente reagir a uma tentativa de assalto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.