1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Engenheiro da Petrobrás é morto ao reagir a assalto no Rio

Fábio Grellet - O Estado de S. Paulo

18 Agosto 2014 | 18h 11

Marcelo Gonçalves, de 46 anos, estava a caminho do trabalho quando foi abordado por assaltantes em uma moto, na zona norte

RIO - O engenheiro Marcelo Magalhães Gonçalves, de 46 anos, que trabalhava na Petrobrás, foi morto durante uma tentativa de assalto, quando ele trafegava de camionete pela avenida Marechal Rondon, no Engenho Novo, na zona norte do Rio, na manhã desta segunda-feira, 18.

Segundo a polícia, Gonçalves estava a caminho do trabalho quando, em uma esquina, foi abordado por dois assaltantes em uma moto. Armados, eles anunciaram o roubo. O engenheiro teria reagido, e um dos criminosos atirou. A bala quebrou o vidro do veículo, atravessou o braço esquerdo da vítima e se alojou no peito dele. 

Testemunhas socorreram o engenheiro, que chegou a ser encaminhado ao Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier (zona norte), mas morreu em seguida. A Divisão de Homicídios da Polícia Civil do Rio investiga o caso.