Estudante de Direito morre após ser atropelado por um ônibus em frente à PUC-Rio

Bruno Queiroz, de 18 anos, estava na calçada quando se desequilibrou e caiu na via

O Estado de S.Paulo

25 Março 2017 | 07h39

Um estudante do primeiro ano do curso de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) morreu após ser atropelado por um ônibus em frente à sede da instituição, na Gávea, Zona Sul da cidade, na tarde desta sexta-feira. 

Segundo testemunhas, Bruno Queiroz, de 18 anos, participava de uma confraternização após o trote e estava na calçada da Rua Marquês de São Vicente quando se desequilibrou e caiu na via. O motorista do ônibus não conseguiu frear e atingiu o garoto, que faleceu no local. O caso será investigado pela Divisão de Homicídios (DH) da Polícia Civil do Rio de Janeiro. 

Devido ao acidente, o Departamento de Direito da universidade suspensou as aulas na noite desta sexta-feira.

Em sua página no Facebook, o Diretório Central dos Estudantes (DCE) da PUC-Rio pediu para que os alunos não aumentem boatos sobre o caso ou publiquem fotos do corpo de Bruno. "O DCE informa, com imenso pesar, a morte do aluno Bruno Queiroz, calouro de Direito PUC-Rio, em um acidente na tarde de hoje, em frente à universidade. Pedimos que, em respeito à família e aos amigos de Bruno, não compartilhem boatos e, principalmente, fotos da cena", escreveu a entidade.

Mais conteúdo sobre:
PUC-Rio Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.