Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

Forças Armadas fazem operação de combate a roubo de cargas e contrabando no Rio

Militares estão em diversas rodovias importantes de acesso à Região Metropolitana do Rio

Ana Paula Niederauer, O Estado de S.Paulo

01 Fevereiro 2018 | 08h43

Três mil militares das Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica)realizam na manhã desta quinta-feira, 1º, uma operação de combate ao roubo de cargas e contrabando de armas e drogas nas rodovias federais que cortam o Rio. A primeira ação nas rodovias federais ocorreu no dia 25 de janeiro.

A operação é coordenada pela Polícia Rodoviária Federal, Força Nacional de Segurança Pública e Secretaria de Estado de Segurança do Rio de Janeiro (SESEG) e contam com o apoio de veículos blindados e aeronaves.

 +++ Após tiroteios, Linha Amarela do Rio tem novo bloqueio

De acordo com o Comando Militar do Leste (CML), as ações serão pontuais, de forma inesperada, de curta duração e por tempo indeterminado, privilegiando o princípio da surpresa.

Os espaços aéreos poderão ser controlados, oportunamente, com restrições dinâmicas e temporárias nas áreas sobrepostas aos locais de atuação das Forças Armadas.

O Comando Conjunto conduzirá as ações a partir do Centro de Operações instalado no Comando da 1ª Divisão de Exército, na Vila Militar.

Polícia Civil faz operação na Baixada Fluminense

A Polícia Civil também faz operação, na manhã desta quinta-feira, para prender suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas e roubo de cargas, na Baixada Fluminense, região Metropolitana do Rio.

A ação conta com 350 homens das polícias Civil, Federal, Rodoviária Federal e Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) e tem como objetivo cumprir 60 mandados de prisão e 85 de busca e apreensão.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.