Assine o Estadão
assine

Brasil

Pedra

Fundação Xuxa Meneghel é invadida na zona oeste do Rio

Materiais de ensino foram espalhados e destruídos e partes de um computador, furtadas; polícia procura autor do crime

0

Fábio Grellet,
O Estado de S. Paulo

16 Fevereiro 2016 | 17h59

RIO - A Fundação Xuxa Meneghel, entidade sediada em Pedra de Guaratiba (zona oeste do Rio) e mantida pela apresentadora que hoje atua na TV Record, foi invadida durante a noite desta segunda-feira, 15, ou a madrugada de terça, 16. Materiais de ensino foram espalhados e destruídos e partes de um computador, como teclado e tela, foram furtados.

Segundo a assessoria de Xuxa, a invasão foi descoberta pelo porteiro, primeiro funcionário a chegar à fundação, na manhã desta terça. O portão havia sido arrombado e objetos que eram guardados na entidade estavam espalhados pelo chão. O invasor já tinha fugido.

O caso foi registrado na 43ª DP (Guaratiba), que está investigando o caso. Até as 17h30 desta terça, porém, não haviam sido descobertos indícios da autoria do crime.

A apresentadora não se manifestou sobre a invasão e o furto, mas sua assessoria lamentou que uma entidade de assistência social tenha sido alvo de crime. Os objetos furtados não tinham grande valor econômico, mas o ato de vandalismo foi o que mais revoltou os responsáveis pela entidade.

A Fundação. Criada em 1989, a Fundação Xuxa Meneghel atende principalmente crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica ou integrantes de famílias em que haja uso abusivo de álcool ou outras drogas, doença crônica ou situação de vulnerabilidade socioeconômica. A entidade atende cerca de 30 mil pessoas por ano, em todo o território nacional. Moradores de Guaratiba ou das imediações têm prioridade. 

 

Mais conteúdo sobre:

Comentários