Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Brasil

Brasil » Garis do Rio aceitam reajuste de 8% e encerram greve

Brasil

FABIO MOTTA/ESTADÃO

Garis do Rio aceitam reajuste de 8% e encerram greve

Acordo foi firmado no Ministério Público do Trabalho; categoria deve retomar atividades à 0h deste sábado, 21

0

Fábio Grellet ,
O Estado de S. Paulo

20 Março 2015 | 22h05

RIO - Os garis do Rio de Janeiro anunciaram às 21h40 desta sexta-feira, 20, o encerramento da greve que a categoria havia iniciado à 0h da sexta anterior, dia 13. Após oito dias de paralisação, eles devem voltar ao trabalho à 0h deste sábado, 21, segundo Gilberto Alencar, diretor social do sindicato dos garis.

Eles pleiteavam reajuste salarial de 40% (mais a inflação do período) e aumento do auxílio alimentação diário de R$ 20 para R$ 27. A Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb), empresa municipal que emprega a categoria, havia oferecido 3% de reajuste. Pelo acordo firmado na noite desta sexta no Ministério Público do Trabalho, foi concedido reajuste de 8%, sem alteração do valor do auxílio-alimentação. 

"Aceitamos o acordo que havia sido defendido pelo Ministério Público na última quarta-feira", afirmou Alencar. Naquele dia, após ouvir a proposta, a categoria não a aceitou e decidiu manter a greve. 

O abono dos dias parados ainda será discutido entre a Comlurb e a categoria, segundo o sindicalista. Ele acredita que o lixo acumulado na cidade durante o período em que a coleta foi realizada só será recolhido parcialmente até o próximo domingo, 22.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.