Divulgação
Divulgação

Governo do Rio lançará campanha contra desperdício de água

Campanha apresenta os personagens de animação Esbanja e Manera; jingle de Martinho da Vila tem conselhos de economia

Wilson Júnior, O Estado de S.Paulo

29 Janeiro 2015 | 15h53

Atualizada às 17h50

O governo do Rio de Janeiro lançará nos próximos dias em rádios, TVs e jornais impressos uma nova campanha institucional contra o desperdício e pelo uso consciente da água. Será a segunda iniciativa em menos de três meses. Em novembro de 2014, a Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) lançou campanha semelhante. De lá para cá, a crise hídrica se agravou e já é considerada a mais grave da região Sudeste. 

A campanha lançada antes do verão mistura samba, (suposta) malandragem e apelos didáticos por economia. Apresenta dois personagens de animação, os irmãos Esbanja e Manera. O primeiro, descontraído e despreocupado, vive desperdiçando o produto; o segundo, de óculos e compenetrado, é um vigilante do consumo consciente.

Os dois personagens protagonizam situações cotidianas: no chuveiro, escovando os dentes ou fazendo a barba. Nelas, Esbanja prega (e pratica) abertamente o desperdício. Manera, então, modera e doutrina o irmão gastador, ensinando como economizar água. Comparações sobre os gastos do produto se desperdiçado ou se usado de maneira correta completam a propaganda.

Para fechar, o apelo feito por Martinho da Vila, ao som de pandeiros: "Não seja um Esbanja, é mais legal ser um Manera". O sambista é autor do jingle da campanha atual. A letra diz: "Eu canto em qualquer parte/só não canto embaixo do chuveiro/porque senão junto com a água/minha grana vai pro bueiro". O governo do Estado não antecipou detalhes da nova campanha. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.