GM/Rio
GM/Rio

Grupo de bate-bolas é preso por assaltos no centro do Rio

Foram apreendidos uma pistola calibre 9 mm e um explosivo caseiro, além de objetos furtados

Thaise Constancio/RIO, O Estado de S. Paulo

13 Fevereiro 2018 | 13h20

Dez integrantes de um grupo fantasiado de bate-bolas (fantasia carnavalesca típica do subúrbio carioca, sobretudo da zona oeste) foram presos na madrugada desta terça-feira, 13, no centro do Rio. Com eles foram encontradas uma pistola calibre 9 mm e um artefato explosivo de fabricação caseira, além de objetos como celulares, relógios e carteiras.

+ Apesar de reforço policial, Rio e Niterói têm arrastões e roubos a mão armada

De acordo com a Polícia Militar, agentes do Batalhão de Choque foram avisados de que um grupo com mais de 100 pessoas fazia tumulto nas ruas da região. Todo o grupo foi revistado e encaminhado com as vítimas para a Central de Garantias, na Cidade da Polícia, em Manguinhos, na zona norte carioca.

+ Leia mais sobre o Carnaval 2018 no Estadão

No Méier, outro grupo de bate-bolas foi abordado pela PM por provocarem tumulto. Eles foram revistados e liberados já que nada ilícito foi encontrado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.