Fábio Motta
Fábio Motta

Hospital fica sem luz e alaga com temporal no Rio

Chuva causou alagamentos, queda de árvores, interdições e derrubou um trecho da ciclovia Tim Maia

Constança Rezende, O Estado de S.Paulo

15 Fevereiro 2018 | 10h44

RIO - O Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, ficou sem luz e sofreu infiltrações por conta do temporal que atingiu a cidade, na madrugada desta quinta-feira, 15. De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, a unidade precisou acionar os geradores para garantir a assistência aos pacientes. 

Segundo o órgão, devido ao grande volume de água da chuva, também houve pontos de infiltração no setor da Emergência e, preventivamente, alguns pacientes foram transferidos para outros setores. "O fornecimento de energia elétrica do hospital já foi restabelecido. Não houve interrupção do atendimento", informou a secretaria, por meio de nota.

Uma casa desabou na Rua Olina, em Quintino, na zona norte, provocando a morte de um homem e de uma mulher.  As vítimas são Judina Magalhães, de 62 anos, e Marcos L. Garcia, de 59  anos, que morreram soterrados no local.

O terceiro morto foi o policial lotado 3º Batalhão da Polícia Militar PM (Méier), Nilsimar dos Santos, de 48 anos. Segundo informações da Polícia Militar, o carro em que Santos estava foi atingido por uma árvore e o policial não resistiu. No momento do acidente, ele trafegava com seu carro pela Avenida Brasil, na altura de Realengo, quando decidiu pegar um atalho, devido ao intenso engarrafamento, pela Rua Recife, onde a árvore desabou.

As fortes chuvas tiveram outros impactos. Um novo trecho da ciclovia Tim Maia, entre São Conrado e Barra da Tijuca, afundou perto da saída do Túnel do Joá também em consequência das  fortes chuvas.

Em viagem pela Europa, o prefeito Marcelo Crivella enviou uma mensagem via Facebook para dizer que está acompanhando a situação do temporal no Rio de Janeiro. Crivella disse que os secretários Jorge Felippe Neto e Paulo Messina estão coordenando as equipes no Centro de Operações Rio (COR).

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.