1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Menina de 4 anos foi morta após pegar iogurte sem autorização, diz tio

- Atualizado: 21 Janeiro 2016 | 18h 21

Criança foi agredida pela madrasta com uma paulada na cabeça; prisão preventiva foi decretada nesta quarta

A menina sofria agressões frequentes

A menina sofria agressões frequentes

RIO - Segundo Marcelo Arcanjo, tio de Micaela, de 4 anos, encontrada morta na última terça-feira, 19, em Brás de Pina, na zona norte do Rio, a menina foi agredida pela madrasta, Joelma Souza Silva, com uma paulada na cabeça porque pegou, sem autorização, um iogurte na geladeira da casa em que moravam. 

Embora Micaela sofresse agressões frequentes, essa paulada teria sido a causa da morte, acusa Arcanjo. “Após a agressão, a madrasta deu um banho em Micaela e a colocou para dormir”, disse ele ao site G1.

O pai, Felipe Ramos, e a madrasta de Micaela haviam sido presos em flagrante. Nesta quarta-feira, 20, a prisão preventiva deles foi decretada. Joelma foi então encaminhada para a Cadeia Pública Joaquim Ferreira de Souza e Ramos para a Cadeia Pública José Frederico Marques, ambas no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio.

A mãe da menina, Marcele de Almeida, irmã de Marcelo Arcanjo, está desconsolada, segundo ele. “Um pouco antes do Natal a Marcele tentou ver a filha, mas o pai não deixou, alegando que não tinha tempo para recebê-la porque estava trabalhando muito. Provavelmente ele deu essa resposta porque a criança já não estava bem (de saúde)”, afirmou Arcanjo.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em BrasilX