Morre turista argentina baleada ao entrar por engano em favela do Rio

Natália Cappetti ficou internada por quase um mês, mas não resistiu; ela tentava chegar ao Cristo Redentor, quando errou caminho

Fernanda Nunes, O Estado de S. Paulo

25 Março 2017 | 20h41

Morreu no Rio, na manhã deste sábado, 24, a turista argentina Natália Cappetti, baleada por bandidos, em fevereiro, ao entrar por engano no Morro dos Prazeres, na zona central da cidade. Ela estava internada no Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro, desde o dia 27 de fevereiro. As informações são do jornal RJTV, da Rede Globo.

Na hora em que foi baleada, Natália estava em um carro com o marido e outro casal espanhol. Eles tentavam chegar ao Cristo Redentor, ponto turístico da cidade. Por engano, entraram na favela e foram alvo de ao menos seis tiros disparados por bandidos. Ela foi baleada nas costas. 

Em dezembro do ano passado, episódio semelhante já havia acontecido no Morro dos Prazeres. O italiano Roberto Bardella foi assassinado ao entrar por acaso na comunidade.

 

Mais conteúdo sobre:
Rede Globo Cristo Redentor

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.