WILTON JUNIOR/ESTADAO
WILTON JUNIOR/ESTADAO

Multidão de foliões acompanha blocos do pré-carnaval pelas ruas do Rio

Alguns frequentadores relataram medo por causa da violência na capital, mas a energia do carnaval leva milhares de pessoas em blocos como o da Preta Gil e Chora Me Liga

Daniela Amorim, Rio de Janeiro

04 Fevereiro 2018 | 11h17

Faltando ainda uma semana para o carnaval, milhares de pessoas amanheceram nas ruas do Rio de Janeiro fantasiadas para a folia pré-carnavalesca da cidade. Nas primeiras horas da manhã deste domingo, no centro da cidade, uma multidão já se preparava para acompanhar o Bloco da Preta, da cantora Preta Gil.

Era possível ouvir o som do trio elétrico da cantora a quarteirões de distância. Recém-chegado de Manaus, o designer e fotógrafo Gênesis Crisóstemo, de 23 anos, morador da região central da cidade, estava animado para o primeiro carnaval no Rio de Janeiro. “O bloco da Preta é animado para caramba. Afinal, ela é uma personagem cheia de energia. Adoro, a Preta Gil é sensacional. Ela arrebenta onde pisa, acho demais”, resumiu Crisóstemo, que já tem ingressos para o desfile na Sapucaí nas quatro noites de carnaval.

+++ Empresas se tornam parceiras e impulsionam força de blocos

+++ Confusão na Linha 4 e empurra-empurra marcam fim da folia em Pinheiros

A dona de casa Priscila Fenelon, de 23 anos, moradora de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, também estreia na folia na cidade, mas anda receosa com a violência.“É a primeira vez que venho para o carnaval no Rio, espero que seja na paz e na harmonia. O dinheiro e o celular ficam escondidos, a gente não bota nada na bolsa”, revelou.

Caracterizada de mulher-maravilha, Elaine Franco, de 38 anos, moradora de Nova Iguaçu, também na Baixada Fluminense, revela sua tática para se proteger de roubos e furtos. “Procuro ficar não muito perto da multidão, fico mais pelos cantos”, contou ela, a caminho do bloco Chora Me Liga. Segundo a Prefeitura, 46 blocos devem desfilar pelas ruas do Rio neste domingo, entre eles o Suvaco de Cristo, Fogo e Paixão, Gigantes da Lira e Empolga às 9. A Riotur estima que 200 mil foliões participaram dos cortejos de 65 blocos neste sábado, 3.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.