1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

No Rio, patriarca russo Kirill visita o Cristo Redentor

- Atualizado: 20 Fevereiro 2016 | 16h 47

Religioso pediu renovação da fé cristã e criticou aborto

Em visita ao Brasil, o patriarca ortodoxo russo Kirill participou na manhã deste sábado (20) de cerimônia no Santuário Cristo Redentor, no alto do morro do Corcovado, onde foi recebido pelo cardeal d. Orani Tempesta. No último dia 12, o religioso esteve com o Papa Francisco em Havana, em histórico encontro entre líderes das igrejas do Ocidente e do Oriente.

A oração acompanhada por fiéis e turistas que visitavam o monumento começou às 11h10 e durou 45 minutos. O patriarca russo pediu a renovação da fé cristã, mencionou a perseguição de cristãos no Oriente Médio e na África, a falta de unidade no combate ao terror, além de criticar o aborto, o número crescente de divórcios e o que chamou de "rejeição ao conceito de matrimônio como união entre homem e mulher".

"Estou contente em pronunciar essas palavras no Brasil, o maior país católico. Ortodoxos e católicos podem responder conjuntamente a esses desafios", disse Kirill.

Patriarca Kirill em visita ao Cristo Redentor, no Rio de Janeiro
Patriarca Kirill em visita ao Cristo Redentor, no Rio de Janeiro

A cerimônia ortodoxa faz parte da agenda do patriarca russo no País, onde passa por Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Na sexta-feira (19), Kirill se reuniu com a presidente Dilma Rousseff no Palácio da Alvorada, na capital federal. A recepção no gabinete da presidente foi aberta apenas para a realização de imagens. Em seguida Dilma e o patriarca tiveram uma reunião fechada.

"O patriarca pediu para vir ao Cristo rezar pela paz do mundo, pelos perseguidos e, daqui, mandar uma mensagem de entendimento entre as religiões, entre os cristãos, católicos e ortodoxos. Estamos dispostos a trabalhar para que a sociedade tenha mais paz e, como na conversa (de Kirill) com o Papa Francisco, evitar futuras guerras", disse d. Orani.

A Arquidiocese do Rio tem a tradição de realizar encontros ecumênicos, mas este foi o primeiro com representante da igreja ortodoxa. Após o evento no Corcovado, Kirill visitará a Paróquia Ortodoxa Santa Zenaide, em Santa Teresa, na região central. Às 15h, ele deverá embarcar na Base Aérea do Galeão para São Paulo, onde encerrará neste domingo (21) a agenda no Brasil.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em BrasilX