Oficial da PM é afastado ao ferir jovem com uso de spray de pimenta

Rapaz participava de uma manifestação com ex-moradores do Morro do Bumba, que desabou em 2010; coronel será encaminhado a programa de capacitação e treinamento para uso de materiais não letais

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

25 Março 2011 | 03h04

SÃO PAULO - O Comando da Polícia Militar do Rio de Janeiro resolveu afastar, nesta quinta-feira, 24, o capitão Bruno Schorcht, do 12º Batalhão, após o oficial ser filmado, na quarta-feira, 23, jogando spray de pimenta diretamente num dos olhos do garçom Gustavo Barreto Rezende, que participava de uma manifestação em Niterói.

 

O comandante da PM, coronel Mário Sérgio Duarte, afirmou que o capitão, após o afastamento e a abertura de um inquérito policial militar, será encaminhado a um programa de capacitação e treinamento para uso de materiais não letais.

 

Na imagem, o oficial da PM aparece se aproximando de Gustavo e, com o spray praticamente encostado no rosto da vítima, espirra o produto químico contra o olho esquerdo do rapaz. Gustavo foi ao médico e, em razão da forte inflamação, terá que usar por pelo menos uma semana óculos escuros, mesmo à noite.

 

O rapaz, que perdeu a casa em abril do ano passado após um desmoronamento de terra, participava de uma manifestação com ex-moradores do Morro do Bumba - que desabou também em abril de 2010, deixando um saldo de 47 mortos e mais de 3 mil pessoas desabrigadas. Os manifestantes protestam contra o atraso no pagamento do aluguel social.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.