PM e morador morrem em tiroteio na região central do Rio

Grupo de policiais estava fazendo uma ronda de rotina quando foram surpreendidos por criminosos armados; outra pessoa foi ferida 

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

06 Janeiro 2015 | 21h49

RIO - Um morador do morro de São Carlos, no Estácio, na região central do Rio, e um policial militar que atuava na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do bairro morreram, no final da tarde desta terça-feira, 6, durante um tiroteio entre PMs e criminosos.

Segundo a polícia, um grupo de policiais estava fazendo uma ronda de rotina e, quando passavam pela rua São Carlos, foram surpreendidos por criminosos armados. Houve rápida troca de tiros, e o soldado Caio Robinson da Silva Lins, de 27 anos, foi baleado na cabeça. Dois moradores, que não participavam do confronto, foram feridos por balas perdidas. As três vítimas foram levadas ao Hospital Central da Polícia Militar, mas o soldado e um dos moradores, identificado como Maurício Monnerat, morreram enquanto eram atendidos.

O segundo morador, cujo nome não foi divulgado, resistiu, mas seu estado de saúde não havia sido anunciado até a noite desta terça. 

Os criminosos conseguiram fugir. No local do confronto foram apreendidas uma mochila com drogas e uma pistola calibre ponto 45. O soldado trabalhava na UPP desde 2012.

Mais conteúdo sobre:
Rio de Janeiro UPP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.