Polícia cumpre desocupação e tira sem-teto de cinema no Rio

Cine Vitória foi invadido no dia 31 de setembro por integrantes do Movimento Nacional de Luta pela Moradia

08 Outubro 2007 | 15h36

Integrantes do Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM) tiveram que desocupar por decisão da Justiça o Cine Vitória no centro do Rio de Janeiro, na manhã desta segunda-feira, 8. O prédio foi invadido no dia 31 de setembro.   O antigo cinema, que está fechado há cerca de 10 anos, é tombado pelo patrimônio histórico municipal, mas está completamente destruído e ameaçado por infiltrações. Ele fica num prédio de sete andares, que foi invadido por cerca de 100 pessoas.   No dia 3 de outubro, a Nigre Engenharia, proprietária do terreno, conseguiu uma liminar de reintegração de posse na 47ª Vara Cível, mas não quis cumpri-la imediatamente porque temia que o confronto arranhasse a imagem da empresa. A empresa adotou como estratégia cortar a água do imóvel para que os ocupantes saíssem do local.   A coordenadora estadual do movimento que luta pela reforma urbana, Maria de Lourdes Lopes, afirmou na semana passada que os advogados do MNLM entraram com recurso pedindo à Justiça a cassação da liminar. "Mas se a decisão da Justiça for mantida, iremos cumpri-la", avisou.

Mais conteúdo sobre:
sem-teto desocupação cine vitória

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.