Disque-Denúncia/Divulgação
Disque-Denúncia/Divulgação

Polícia faz operação para recuperar motos roubadas de depósito

300 homens participam de ação na zona norte; crime teria sido chefiado pelo traficante Playboy, um dos mais procurados do Estado

Tiago Rogero, O Estado de S. Paulo

09 Janeiro 2015 | 08h47

RIO - Cerca de 300 policiais civis fazem operação na manhã desta sexta-feira, 9, no Morro da Pedreira, em Costa Barros, na zona norte do Rio de Janeiro, para onde teriam sido levadas as 197 motocicletas roubadas de um depósito do Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro(Detro) na madrugada do dia 31 de dezembro.

O crime teria sido comandado pelo chefe do tráfico de drogas na comunidade: Celso Pinheiro Pimenta, conhecido como Playboy, hoje um dos criminosos mais procurados do Estado.

A operação é liderada pela Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA), que assumiu o caso nesta semana, e conta com o apoio de policiais de outras delegacias e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), considerada a "tropa de elite" da Polícia Civil.

Até as 8h30 desta sexta-feira, não há informações sobre presos ou feridos na operação.

Nesta quinta-feira, 8, o Disque Denúncia aumentou de R$ 20 mil para R$ 50 mil a recompensa por informações que levem à prisão de Playboy, o segundo maior valor oferecido até hoje para captura de um foragido no Estado.

Mais conteúdo sobre:
Rio de Janeiro Violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.