Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Brasil

Brasil » Rio confirma primeiros casos de mortes de macacos por febre amarela

Brasil

Wilton Junior|Estadão

Rio confirma primeiros casos de mortes de macacos por febre amarela

Animais foram encontrados em áreas rurais no norte fluminense; região serrana teve vacinação antecipada

0

Clarissa Thomé ,
O Estado de S. Paulo

18 Março 2017 | 08h42

RIO - O Rio teve as primeiras mortes de macacos por febre amarela confirmadas pela Secretaria de Estado de Saúde. Os animais foram encontrados em áreas rurais de São Sebastião do Alto, na Região Serrana, e Campos dos Goytacazes, no norte fluminense. Os moradores dessas duas cidades já vinham sendo imunizados desde o início do ano, quando a Secretaria de Estado de Saúde estabeleceu um cinturão de bloqueio vacinal nos municípios da divisa com Espírito Santo e Minas Gerais. São Sebastião do Alto já teve 90% dos moradores imunizados. 

O laudo final de outros cinco primatas, encontrados mortos nas matas da capital, será divulgado nos próximos dias pela Fundação Oswaldo Cruz. Exames feitos pelo Instituto Evandro Chagas, no Pará, deram  positivo para febre amarela. A Fiocruz está fazendo a contraprova dos testes.

Até este sábado, 18, o Estado do Rio tem, segundo a Secretaria estadual de Saúde, dois casos de febre amarela confirmados em seres humanos. Um deles, o do pedreiro Watila Santos, foi fatal. Alessandro Couto está em tratamento no Hospital dos Servidores do Estado, na capital do Estado. As duas ocorrências foram em Casimiro de Abreu, na região da Baixada Litorânea. Estão sob investigação  35 suspeitas da doença. Outras 21 já foram descartadas.

Os moradores da Região Serrana começaram neste sábado, 18, a receber a vacina da febre amarela, em  campanha para imunizar toda a população, a exemplo do que foi feito em Casimiro de Abreu. Lá, foram imunizados 90% dos 42 mil moradores em dois dias de campanha, depois da morte de um pedreiro por febre amarela na cidade. O hospital de campanha montado pela Secretaria de Estado de Saúde na cidade será desmontado no fim da tarde deste sábado. Os moradores que ainda não foram vacinados podem procurar os postos de saúde municipais.

O secretário de Estado de Saúde, Luiz Antônio Teixeira Júnior, esteve na manhã deste sábado em Petrópolis, onde a população começou a fazer fila ainda às 6h, apesar do dia chuvoso e frio. A cidade serrana recebeu 75 mil doses na primeira leva. A partir de segunda-feira, 20, a prefeitura vai vacinar moradores das áreas rurais com equipes móveis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.