1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Rio: Grupo bloqueia Avenida Rio Branco para protestar contra Copa

TIAGO ROGERO - O Estado de S.Paulo

12 Junho 2014 | 11h 09

Cerca de 400 manifestantes bloqueiam a via no sentido Candelária/Cinelândia; segundo protesto está marcado para as 15h, em Copacabana

RIO - Cerca de 400 manifestantes bloqueiam a Avenida Rio Branco, no sentido Candelária/Cinelândia, no centro do Rio, em protesto contra os gastos para a realização da Copa do Mundo no Brasil na manhã desta quinta-feira, 12. A intenção do grupo "Nossa Copa é na rua" (como o evento foi chamado no Facebook) é caminhar até a Cinelândia. 

"Não é um protesto contra a Copa, mas contra a forma como as coisas aconteceram. É uma manifestação contra o dinheiro gasto na Copa e une reivindicações para melhores e mais gastos sociais, em áreas como a educação, por exemplo", disse o historiador Arthur Gibson, integrante do Conlutas. "Escolhemos este horário porque as pessoas querem ver a Copa. Assim, trabalhadores que estiverem saindo na hora do protesto podem se juntar a nós para também reivindicar".

Fabio Motta/Estadão
LINS4781 RIO DE JANEIRO RJ 12/06/2014 METROPOLE /ESPORTES PROTESTO MANIFESTACAO CONTRA A COPA DO MUNDO - Manifestantes se reuniram na Candelária na manhã desta quinta feira dia 12. O Ato Nossa Copa é na Rua acontece horas antes da cerimônia de abertura da Copa do Mundo 2014. FOTO FABIO MOTTA/ESTADAO

No sentido contrário da Avenida Rio Branco, ônibus e táxis (os únicos permitidos neste horário na avenida) enfrentam congestionamento. O protesto começou animado, com muitos manifestantes fantasiados - num clima carnavalesco - no "pink bloc". "Mais purpurina e menos violência", pediu um manifestante fantasiado de odalisca. Um dos integrantes do grupo atirava purpurina nos demais com uma metralhadora rosa de brinquedo. Há manifestantes de preto, mascarados, mas também um grupo com tambores e instrumentos de sopro que toca músicas antigas de funk carioca. Há também faixas com os dizeres "Fifa go home!"

Fabio Motta/Estadão
LINS4668 RIO DE JANEIRO RJ 12/06/2014 METROPOLE /ESPORTES PROTESTO MANIFESTACAO CONTRA A COPA DO MUNDO - Manifestantes se

A concentração ocorreu na manhã desta quinta-feira, 12, na frente da igreja da Candelária, no centro do Rio. Um pequeno efetivo da PM militar, de menos de dez homens em duas viaturas, acompanhou o início da concentração. A concentração do protesto foi acompanhada de perto por jornalistas estrangeiros.

O deputado federal Chico Alencar (Psol-RJ), que estava na concentração, na Candelária, disse ser contra manifestações que atrapalhem o direito de torcedores a assistirem jogos do Mundial. "Eu gosto de futebol e vou assistir à estreia do Brasil mais tarde. Temos de saber conciliar o que é uma tradição cultural nossa, o futebol, com a visão crítica do quanto custou. Não tenho dúvidas de que realizar a Copa foi uma grande furada para o Brasil", disse o parlamentar. "Copa vai ter, o que não vai ter é o Congresso Nacional, que ficará parado até julho. Isso é um absurdo", disse Alencar.

Novo protesto. Há um segundo protesto marcado para as 15h, em Copacabana, na zona sul, no qual os manifestantes pretendem seguir para a Fan Fest da Fifa.

Copa 2014