Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Sapucaí hoje verá homenagens e mais protesto

No dia anterior, a Mangueira foi destaque; a verba de cada escola para o carnaval foi reduzida de R$ 2 milhões para R$ 1 milhão

Roberta Pennafort, O Estado de S.Paulo

12 Fevereiro 2018 | 21h57

A homenagem da Unidos da Tijuca a Miguel Falabella abriu a noite dessa segunda-feira, 12, na Sapucaí. A escola fala das produções do ator, diretor e dramaturgo no teatro,  televisão e cinema.

Em seguida virá a Portela, atual campeã - título dividido com a Mocidade -, com um enredo histórico que defenderá a tolerância entre os povos. 

A União da Ilha trata da culinária brasileira e o Salgueiro se volta às mulheres africanas. 

A Imperatriz faz tributo aos 200 anos do Museu Nacional. Por último vem a Beija-flor, cujo desfile será uma crítica às mazelas nacionais, como as disparidades sociais e a corrupção na política.

As arquibancadas da Sapucaí estão  mais cheias do que no domingo, por conta da concentração de escolas com grande apelo popular e chances de vitória.  

Confira os desfiles do 2º dia:

Segunda-feira, 12

21h15

Unidos da Tijuca

Enredo: Um coração urbano: Miguel, o arcanjo das artes, saúde o povo e pede passagem

22h20

Portela

Enredo: De repente de lá pra cá e dirrepente de cá pra lá…

23h25

União da Ilha

Enredo: Brasil bom de boca

Terça-feira, 13

0h30

Salgueiro

Enredo: Senhoras do ventre do mundo

1h35

Imperatriz Leopoldinense

Enredo: Uma noite real no Museu Nacional

2h40

Beija-Flor

Enredo: Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.