twitter.com/pmerj
twitter.com/pmerj

Secretário de Administração Penitenciária será mantido com a intervenção no Rio

Anúncio foi feito nesta terça; comandos da Polícia Militar e da Polícia Civil ainda estão incertos

Felipe Frazão e Roberta Pennafort, O Estado de S.Paulo

27 Fevereiro 2018 | 11h57

RIO - A intervenção federal na segurança e nos presídios do Rio, em vigor há 11 dias, irá manter na Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) o secretário David Anthony Gonçalves Alves. A informação foi confirmada nesta terça-feira, 27.

+++ Comando militar nega desrespeito aos direitos humanos nas ações das Forças Armadas no Rio

Ele assumiu a pasta em 24 de janeiro, depois que vieram à tona mordomias que o ex-governador Sergio Cabral (MDB) tinha na prisão. Ele foi transferido para o Paraná por conta disso.

+++ 'Rio é um laboratório para o Brasil', diz interventor

Ainda não foram divulgados os nomes que ficarão à frente da Polícia Militar - hoje o comandante é o coronel Wolney Dias - e da Polícia Civil, hoje comandada pelo delegado Carlos Leba. Serão escolhidos nomes das próprias corporações. O objetivo é prestigiá-las, segundo o Comando Militar do Leste.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.