1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Sem salários, funcionários do Rio Imagem paralisam atendimento

- Atualizado: 25 Janeiro 2016 | 22h 06

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, a unidade é administrada pela empresa Prol, contratada pelo Estado do Rio

RIO - Pacientes que procuraram o Centro Estadual de Diagnóstico por Imagem, conhecido como Rio Imagem, unidade de saúde mantida pelo governo do Rio, ficaram sem atendimento nesta segunda-feira, 25, a partir do meio-dia. Funcionários que ainda não receberam os salários de dezembro e janeiro nem o 13º iniciaram uma paralisação. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, a unidade é administrada pela empresa Prol, contratada pelo Estado do Rio.

A pasta informou que em 18 de janeiro pagou à Prol R$ 5 milhões, correspondentes a dois meses de contrato. A pasta não informou desde quando devia esse valor à empresa nem se ainda tem alguma pendência com a Prol. " Caso a empresa não efetue o pagamento dos funcionários e retome os serviços em 24 horas, a Secretaria de Estado de Saúde irá rescindir o contrato", afirmou a secretaria, em nota.

Os funcionários da Prol, que prestam serviços também ao Detran-RJ (Departamento Estadual de Trânsito do Rio) e às Delegacias Legais, projeto da Polícia Civil, fizeram uma passeata desde a Avenida Presidente Vargas, no Centro, até o Palácio Guanabara, em Laranjeiras (zona sul). O ato terminou por volta das 17 h, sem registro de incidentes.

Rio Imagem. Inaugurado em novembro de 2011, o Rio Imagem oferece gratuitamente, para pacientes referenciados por unidades da rede pública de saúde, os exames de ressonância magnética, mamografia, tomografia computadorizada, doppler vascular, ultrassonografia, ecocardiografia e radiografia.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em BrasilX