Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Brasil

Brasil » Tiroteio entre bandidos e policiais fecha Arco Metropolitano no Rio

Brasil

Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Brasil

Japeri

Tiroteio entre bandidos e policiais fecha Arco Metropolitano no Rio

Criminosos tentavam assaltar um caminhão, quando foram surpreendidos por PMs; os bandidos se esconderam em uma mata próxima e trocaram tiros

0

Constança Rezende ,
O Estado de S.Paulo

17 Fevereiro 2017 | 12h37

RIO - Um tiroteio entre assaltantes e policiais militares fechou o Arco Metropolitano, autoestrada na região metropolitana do Rio de Janeiro, na altura de Japeri, na manhã desta sexta-feira, 17.

Os criminosos tentavam assaltar um caminhão, quando foram surpreendidos por policiais. Eles se esconderam em uma mata próxima a via e fizeram disparos contra os policiais. A Polícia Militar solicitou ajuda da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para capturar os criminosos, além do reforço de dois helicópteros. 

Às 11h39, os criminosos começaram a fazer disparos da mata contra a aeronave da PRF. Até as 11h45, o arco continuava fechado. Ninguém havia sido preso. O caminhão com a carga foi recuperado pelos policiais.

Roubos de cargas. A Federação das Indústrias do Estado de Rio de Janeiro (Firjan) divulgou um estudo, nesta quinta-feira, 17, que mostrou que o Rio registrou cerca de 10 mil casos de roubos de cargas em 2016, o equivalente um prejuízo de R$ 619 milhões. Os dados são do levantamento O impacto econômico do roubo de cargas no estado do Rio de Janeiro.

Segundo a Firjan, as áreas que concentraram as ocorrências têm registros de atuação do crime organizado, principalmente de tráfico de drogas. Só a região metropolitana concentrou 94,8% dos roubos.

Ainda segundo o estudo, de 2011 a 2016, o Estado do Rio contabilizou mais de 33,2 mil ocorrências de roubos de carga, o equivalente a um episódio a cada 1 hora e 35 minutos. O resultado significa um salto de 220,9% no total desse tipo de crime no período, com prejuízo acumulado de R$ 2,1 bilhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.