Tiroteios na Rocinha e na Maré deixam 3 suspeitos mortos

Segundo a Polícia Civil, PMs receberam denúncia sobre reunião de criminosos e, no local, foram recebidos a tiros

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

20 Janeiro 2015 | 23h09

RIO - Dois supostos criminosos foram mortos durante confronto com policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha, na zona sul do Rio, no fim da tarde desta terça-feira, 20. Segundo a Polícia Civil, os PMs receberam uma denúncia sobre uma reunião de criminosos, seguiram até o local e foram recebidos com tiros.

Havia pelo menos seis suspeitos reunidos no local. Além dos dois mortos, outro suposto criminoso foi baleado e está internado no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea (zona sul). Outros três homens conseguiram fugir.

Até as 22h30, a identidade dos mortos não havia sido divulgada.

Outro caso. Na Vila dos Pinheiros, uma das favelas do complexo da Maré, na zona norte do Rio, um suspeito também foi morto, na manhã desta terça, durante um tiroteio com militares da Força de Pacificação que atuam na região. Um sargento do Exército foi atingido nas pernas por estilhaços, que causaram ferimentos superficiais.

Mais conteúdo sobre:
Rocinha Maré

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.