Tiroteiros, mortes e queda de helicóptero no Rio são destaque na imprensa internacional

Publicações lembraram que crise de segurança ocorre poucos meses depois dos Jogos Olímpicos

O Estado de S.Paulo

20 Novembro 2016 | 23h13

SÃO PAULO - A queda de um helicóptero da PM no Rio e a série de tiroteios e mortes na comunidade Cidade de Deus foram destaque na imprensa internacional neste domingo. O site do jornal britânico The Guardian lembrou que a violência na zona oeste da capital fluminense acontece "apenas meses depois de a cidade sediar a Olimpíada". A reportagem ainda lembra que três meses atrás, a favela que está no epicentro dos confrontos "comemorava o sucesso da judoca Rafaela Silva, que ganhava a primeira medalha de ouro para o Brasil". O texto ressalta que Cidade de Deus fica a "poucas milhas" do Parque Olímpico.

O argentino Clarín chamou o cenário da favela carioca de "guerra", enumerou os mortos e lembrou que Cidade de Deus foi cenário do famoso filme homônimo - de Fernando Meirelles, lançado em 2002. A reportagem destaca que as rebeilões cariocas começaram a se intensificar desde o fim dos Jogos Olímpicos quando "o cartão postal do Brasil retomou a rotina de enfrentamentos entre narcotraficiantes, parapoliciais e policiais".

A queda do helicóptero também foi registrada pelo português Jornal de Notícias

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.