Divulgação
Divulgação

Turistas são feitos reféns e roubados em albergue de Botafogo

Criminosos levaram celulares, câmeras fotográficas e dinheiro das vítimas e só deixaram malas e passaportes

Roberta Pennafort, O Estado de S.Paulo

11 Janeiro 2017 | 11h36

RIO - Turistas hospedados no albergue Meiai, em Botafogo, zona sul do Rio, foram assaltados, agredidos e feitos reféns dentro do estabelecimento, na madrugada desta quarta-feira, 11. Segundo a polícia, quatro assaltantes, um deles com um revólver, invadiu o hostel e roubou os hóspedes. 

Eles chegaram por volta das 2 horas e renderam o vigia. Da Europa e da América Latina, as vítimas estavam dormindo e foram surpreendidas com a ação. Foram agredidas e colocadas com o rosto voltado para o chão. Os turistas contaram que os bandidos pegaram facas na cozinha e os fizeram, sob ameaças, ficar num corredor para que os quartos fossem vasculhados. 

Os criminosos levaram celulares, câmeras fotográficas e dinheiro. Só deixaram malas e passaportes. Do caixa do hostel, levaram R$ 1.000. Os ladrões fugiram em seguida. A polícia informou que está nas ruas fazendo buscas. 

O hostel fica a 700 metros da delegacia de Botafogo e a um quilômetro do Batalhão da PM do bairro. Em funcionamento há quatro anos, o Meiai fica em uma casa charmosa na Rua Guilhermina Guinle, e oferece acomodações individuais e coletivas, estas para até 14 pessoas. 

Por ter boa avaliação em sites especializados, é bastante procurado por turistas estrangeiros, atraídos por suas tarifas econômicas e área externa, um terraço com área de convivência e churrasqueira. O restaurante do hostel, Guilhermina, é frequentado também por cariocas. 

“Os turistas ficaram muito assustados, e esse é o maior problema. Um turista francês estava contando que nunca imaginou acordar com uma arma na cabeça”, lamentou André de Oliveira, um dos proprietários, à reportagem da GloboNews.

Ônibus. Também no bairro de Botafogo, nesta terça-feira, 10, por volta das 19 horas, um grupo de jovens aproveitou-se de um engarrafamento para roubar motoristas parados no trânsito. Eles estavam dentro de um ônibus da linha 474 (Jacaré-Copacabana). Saltaram, roubaram carteiras e celulares e voltaram para o coletivo para dividir o produto do roubo. 

Um motorista conseguiu chamar a PM, e dois homens e dois adolescentes foram detidos na hora. A ação foi no Viaduto Santiago Dantas, que liga Botafogo a Laranjeiras, a poucos metros do Palácio Guanabara, sede do governo estadual.

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.